Translate this Page

Rating: 2.0/5 (3236 votos)




ONLINE
3




Partilhe esta Página





Busca OPortal

Clique⇒ mapa do site avançado
           Buscar no freefind

Email OPortal

 

oportal@oportaldateologia.org

cornelio.a.dias@oportaldateologia.org

 


https://files.comunidades.net/oportaldateologia/setad.gifÚltimas Edições

 

1. A emergente reascensão da escatologia. Leia

2. O que é o id 2020? O ID2020 é a Marca de Besta? Leia

3. As máscaras o covid-19 e a engenharia social Leia

4. Teoria da Conspiração e o humano QR-Code Leia

5. O Mundo pós-covid Projeto diabólico Leia

6. Como será a vida no futuro Leia

7. Admirável mundo novo Leia 

 


 

A santificação sob a perspectiva da bíblia-introdução: Aqui

 

 Edição em destaque

 

Parte Final

 

 

 

Leia

atualização de 31/12/2020  

Ychzek'el

 

9.  3 - 4

3: Então a Glória do começou a se levantar sobre o Keruv, desde onde ele estava até a entrada da casa.

Ele chamou o homem vestido com roupas de linho, o qual tinha equipamento de escribas em sua cintura. 

O Deus de Yisra'el começou a se levantar sobre o Keruv, desde onde ele estava até a entrada da casa. 

 

Ezequiel  

 

9.  4. 

Adonai lhe disse "Vá por toda a cidade, através de toda a Yerushalayim, e ponha uma marca em sua testa como a de um homem [Cristo] que está suspirando e chorando por todas as práticas odiosas que estão sendo cometidas ali".    


Teologia - Conceitos
Teologia - Conceitos

Conceitos:

Do teólogo:

O conceito teologia é derivado da união de dois termos: Teo = Deus e Logia = Estudo e ou [ciência]; no sentido literal, é o estudo sobre Deus, do grego θεóς, theos, [Deus]; e  λóγος, logos, [palavra,] por extensão, estudo. 

A teologia como estudo, ela busca compreender a relação entre Deus e o homem, pode se dizer que ela estuda esta relação ambígua.

Afirmar que a teologia é a ciência ou estudo que estuda a Deus, Deus não deixa conhecer ou se revelar por estudo para o homem que é um ser limitado. Afirmar isto é demonstrar ignorância teológica [falta de conhecimento de causa] ou má formação acadêmica se for graduado em teologia. E não poucos cometem este grotesco erro.

A teologia não é capaz de definir nada sobre Deus, o que sabemos sobre é aquilo que Ele deixou ser registrado na Bíblia e o que aprendemos durante uma vida de relacionamento com Ele através da fé.

O restante é pura especulação teológica bíblica. Um exemplo clássico disto é o fato de a teologia nos departamentos de ensino superior, formar um teólogo com a concepção de que todo o Livro de Apocalipse já se cumpriu e encerrou-se após a queda do templo de Salomão em 70 D.a.C, o segundo erro gritante, é o que acontece com o Livro de Daniel, onde se ensinar que todas as profecias contidas neste livro foram cumpridas no contexto histórico do profeta.

Outra discrepância e a de que o Livro da Bíblia não deve ser interpretado literalmente visto todo o seu conteúdo é simbólico e a sua linguagem é baseada em metáforas, e esta linha de concepção teológica corrobora para a formação da crença de que o Reino de Deus na terra é o contexto histórico de Cristo até o atual [Séc. XXI] e que Deus irá ao final deste Reino, não se sabe quando porque não há indícios bíblicos, [conceito da teologia] julgar as nações.

A teologia não confirma as duas vindas de Cristo, e nem que Ele irá governar por 1000 anos aqui na terra a partir de Jerusalém.

A teologia consegue encontrar erros na Bíblia, por isto a maioria dos teólogos decide fazer as suas exegeses através das cópias existentes dos textos originais em grego e em hebraico para poderem firmar as suas opiniões e confissão da fé cristã.

Isto pode ser verificado pelo seminarista logo no primeiro semestre do curso de bacharel em teologia, nas melhores universidades ou faculdade de teologia do Brasil, das quais se concentram no Estado de São Paulo.

A teologia também não coaduna com a fé cristã pentecostal. Os Pais da Igreja não os discípulos e primeiros apóstolos, mas, sim os teólogos renomados dos três primeiros séculos d.a.C.

O berço da teologia é o protestantismo e o catolicismo. Uma teologia pentecostal genuína não existe, e a que afirma ser, no sentido acadêmico é uma adaptação de grade teológica baseada na Confissão de Fé acrescida de alguma disciplina criada pelo segmento cristão pentecostal e acrescida à teologia tradicional [ptt].

O termo Teologia foi usado pela primeira vez por Platão, no diálogo A República, mas, isto contraria a teoria de que ela [teologia] é uma ciência oriunda da filosofia, pelo termo ter sido cunhado por Platão, que defendeu ser a filosofia a ciência primeira, cuja, estuda o pensamento ou a forma de pensar, hoje, na minha definição, como pensar o pensamento.

Cabe ressaltar  que a Filosofia é empírica e a Teologia é Metafísica, considerando-se os seus objetos de estudo. Portanto é importante ratificar que as duas ciências são distintas entre si, então por conseguinte, não há ligação alguma entre ambas, além do fato da teologia ter sido praticada nas políticas dos antigos reinos, muitos séculos antes de Platão pelos hebreus nos primórdios do Antigo Testamento.   

Outra discrepância  visivel dá se pelo fato das definições, palavra Filosofia vem do grego e em sua etimologia, aborda o significado sintético: philos ou philia que quer dizer amor ou amizade; e sophia, que significa sabedoria; ou seja, literalmente significa amor ou amizade pela sabedoria.  Há quem traduza "philos" por filho, e define a filosofia como "filho da sabedoria". Mais uma divergência, o berço da filosofia é o grego, o da teologia é judeu, estas são provas suficientes para evitar e frustrar a tentativa de querer subordinar uma a outra, conforme a ciência e a vaidade exarcebada dos especialistas nas duas linhas do pensamento científico. 

A teologia era praticada nos primórdios da antiguidade, prova disto é o exemplo de José ter sido conselheiro do Rei e depois nomeado governador.

Em outras eras posteriores muitos reinados adotaram esta pratica de escolher um profeta ou alguém com conhecimento exímio sobre o Deus dos judeus para ser assessor político e pessoal do Rei. Portanto nem tudo que afirma pode ser provado.

Acadêmico:

Literalmente é o estudo sobre Deus. Como toda ciência tem o seu objeto de estudo, a teologia este é Deus. Como não se pode estudar diretamente Deus como um objeto cientifico, que não vê e não toca, estuda-se então Deus a partir da sua revelação, ou, em termos seculares sobre Ele, conforme as representações nas variadas culturas.

No cristianismo, isso se dá a partir da revelação de Deus na Bíblia. O conceituado teólogo suíço Karl Barth definiu a Teologia como sendo um "falar a partir de Deus".

O termo Teologia foi usado pela primeira vez por Platão, no diálogo A República, para referir-se à compreensão da natureza divina de forma racional, em oposição à compreensão literária própria da poesia, tal como era conduzida pelos seus contemporâneos. Mais tarde, Aristóteles empregou o termo em numerosas ocasiões, com dois significados:

Teologia como o ramo fundamental da ciência filosófica, também chamada filosofia primeira ou ciência dos primeiros princípios, mais tarde foi chamada de Metafísica por seus seguidores;

A Teologia como denominação do pensamento mitológico é imediatamente anterior à Filosofia, com uma conotação pejorativa, e, sobretudo utilizada para referir-se aos pensadores antigos não filósofos como por exemplo, Hesíodo e Ferécides de Siro – 600-550 a.e.C.

Agostinho adotou o conceito Teologia Natural orieundo da obra Antiquitates rerum humanarum et divinarum, de Marco Terêncio Varrão, em latim Marcus Terentius Varro; Rieti, península Itálica, 116 a.C. - 27 a.C., filósofo e antiquário romano de expressão latina, como única teologia verdadeira dentre as três apresentadas por Varrão: a mítica, a política e a natural.

Acima desta, situou-se a Teologia Sobrenatural [theologia supernaturalis], baseada nos dados da revelação e, portanto, considerada superior.

A Teologia Sobrenatural, situada fora do campo de ação da Filosofia, não está subordinada a esta, mas, acima dela última e considerada como uma serva [ancilla theologiae] que ajudaria a primeira na compreensão de Deus.

A Teodicéia, termo empregado atualmente como sinônimo de Teologia Natural, foi criado no século XVIII por Leibniz, como título de uma de suas obras chamada Ensaio de Teodicéia. Sobre a bondade de Deus, a liberdade do ser humano e a origem do mal, embora Leibniz utilize tal termo para referir-se a qualquer investigação cujo fim seja explicar a existência do mal e justificar a bondade de Deus.

Na tradição cristã [agostiniana] a teologia é organizada segundo os dados da revelação e da experiência humana. Esses dados são organizados no que se conhece como Teologia Sistemática ou Teologia Dogmática.

A Teologia influenciou as mais diversas religiões surgindo a partir de então as: Teologia Budista, Teologia Islâmica, Teologia Católica, Teologia Mórmon, Teologia Pentecostal, Teologia Espírita, a  Hindu e outras.

 

 

         Revisão Julho 22-2016  

Em Cristo.

Shalom.

Por Cornelio A.Dias  

 

"Feito perfeito, é imperfeito; como criação, o meu eu; natureza humana! C. A. Dias.

  

 

 

              

 

 

Licença Creative Commons
Teologia - Conceitos: 
do Teologo Cornelio A.Dias está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Não Comercial - Sem Derivações 4.0 Internacional. Baseado no trabalho disponível em "https://oportaldateologia.no.comunidades.net/teologia-conceitos" Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em mail oportal@oportaldateologia.org

newline oportal

is lidas 2021-22

1. A Porta da Salvação. Leia

2. O Pão nosso de cada dia. Leia

3. Televisão: O olho mágico da besta. Leia

4. O que é heresia? Leia

5. Tecnologia 5G e o olho que tudo Vê. Leia

6. A era da sociedade charagma. Leia

7. Plano dos Illuminati rumo a Nova Ordem Mundial.  Leia

8. A chegada não reconhecida do falso profeta. Leia

9. Nova Ordem Mundial conforme a Bíblia. Leia

10. O que é o Anticristo? Quem será Ele? Leia

11. O anticristo conforme a bíblia. Leia

12. Como será a vida no futuro: Leia

Destaque OPortal

A chamada no gif abaixo visa alertar sobre um grave evento que vai acontecer:

São elementos ardentes que se fundirão sobre terra: Cuidado!

Os corpos celestes explodirão sobre a atmosfera e cairá sobre a terra como chuva de pedras fogueadas. Haverá terrível destruição.

Tema Central d'OPortal

Leia

A falsa doutrina da pré-tribulação

Link

Questione-se: 

Conforme cita a bíblia qual é das doutrinas a que julga ser a mais viável pra você  biblicamente? 

Mezo-tribulação 

A Igreja será arrebatada ou não no meio da tribulação?

Pós-tribulação   

Em qual delas a Igreja de Cristo vai ser elevada?

Pré-tribulação  

A Igreja ela não verá este juízo que  virá sobre a face da  terra.

Qual é a certeza de que não vai estar aqui neste dia mais terrível da humanidade ?

Reflexão 

O Portal

 texto flutuante

  

       


Reflexão!

2013 - 2022

O oitavo rei

A besta do mar conforme Ef: 6 - 11 - 13.

faz referência às duas hierarquias do mal que domina o mundo físico e espiritual desde a origem do pecado no Éden. São eles os “Principados” que são as ordens celestiais malignas superiores constituídas por demônios de todas as hierarquias ou seja; é uma casta formada pelos seres que eram angelicais e foram lançados na terra quando o querubim Lúcifer intentou usurpar o trono de Deus; eles são miríades ou legiões enquanto que as "Potestades" são classes humanas de Governantes que governam os países do mundo sob o domínio secular de controle espiritual total do demônio; como por exemplo o falso profeta que é a besta do mar e o anticristo a besta da terra e os demais reis tirânicos existentes!

O sangue inocente "do cristão" ainda terá que ser derramado até que o último fiel seja morto na terra por servir a Deus em Jesus Cristo conforme registra

Apocalipse 6:9-11: que diz:

9: E, havendo aberto o quinto selo, vi debaixo do altar as almas dos que foram mortos por amor da palavra de Deus e por amor do testemunho que deram.

10: E clamavam com grande voz, dizendo: Até quando, ó verdadeiro e santo Dominador, não julgas e vingas o nosso sangue dos que habitam sobre a terra?

11: E foram dadas a cada um compridas vestes brancas e foi-lhes dito que repousassem ainda um pouco de tempo, até que também se completasse o número de seus conservos e seus irmãos, que hão de serem mortos eles como eles foram.

São soldados do Rei dos Reis todos aqueles que pela sua fé em Cristo forem perseguidos e mortos no mundo pelo exército de satanás nesta antiga batalha espiritual entre o bem e o mal; por não se prostrarem diante das potestades da terra prestando lhes adoração e submissão total as suas leis, que são: 2 Coríntios 4: 4!

Os fiéis são os guerreiros que serão presos; feridos ou mortos nesta guerra espiritual secular que virá com força total sobre a terra contra os soldados do Deus altíssimo.

Os que forem mortos; estes não vão ser laureados com medalhas de sangue como fazem os exércitos seculares; "nós" os que provarmos o dano da primeira morte na terra; vamos receber uma Coroa de Glória com os nossos nomes gravados nelas e reinaremos com Cristo por toda a eternidade; na Nova Jerusalém que descerá do céu e ocupará o espaço desta terra pois ela será lançada no lago de fogo e enxofre no Juízo Final após o governo milenar de Cristo aqui no mundo; por toda eternidade!

A Nova Ordem Mundial através do Falso Profeta já está em plena e intensa atividade e teve inicio em 2013 cumprindo seu dever a rigor. A sua marca já está sendo aceita é voluntariamente por muitos nos países no mundo e já estamos no tempo em ela vai ser obrigatória para todos!

E quem quiser livrar-se "desta lei que será a pior perseguição que já houve terá que aceitar a marca para poder comprar ou vender e ter a liberdade em troca pela sua alma!

Revelação 13. 1 – E vi uma besta que saia do mar, [...] 2 [...] O dragão lhe deu seu poder, seu trono e grande autoridade.

4. Eles adorarão o dragão, porque dera a sua autoridade à besta [...] Foi-lhe dado poder para guerrear contra o povo santo de Deus e derrotá-los.

10. Se alguém há de ir para o cativeiro, para o cativeiro irá! Se alguém há de ser morto à espada, morto à espada haverá de ser!”“.

O oitavo rei ele é a besta do mar o falso profeta do em Apocalipse 18:2 que assumiu o trono da perdição em 2013 cujo; é a Babilônia “espiritual”. O número que ele simboliza é o: 6 6 6.

O ultimo, o Rei dos reis é o próximo, e está vindo, espere por Ele mesmo que isto venha lhe custar à sua própria vida.

Oriente-se.

Março de 2013 ⇔ 2022

Por:Cornelio A.Dias

Março de 2013. 2022

 https://www.dailymotion.com/video/x6e2rcw

 https://www.dailymotion.com/oportaldateologia

Pré-tribulação

O futuro do mundo

Nas Mãos Do Governo

Documentário 

Aqui

Pré-tribulação

Aqui

Abra esta Porta de Meditação, Louvor e Oração,

 

 

Clique aqui em:

 

 

Bíblia Online e Seleção de Louvores

 

TAU_ORIGINAL_PORTAL.png  

 

 

 

IMAGEM TEXTO