Translate this Page

Rating: 2.0/5 (3348 votos)




ONLINE
2




Partilhe esta Página





Busca OPortal

Clique⇒ mapa do site avançado
           Buscar no freefind

Email OPortal

oportal@oportaldateologia.org

cornelio.a.dias@oportaldateologia.org

 https://files.comunidades.net/oportaldateologia/setad.gifFacebook   

Últimas Edições 

11. Noe: Agenda Satanica de Hollywood Novo 

10. A verdade sobre o vinho na bíblia  

9. Papa acusado de heresia e a possível renuncia 

8. Microchip chip sob a pele: maldição ou bênção? 

7. Admirável mundo novo Leia 

6. Como será a vida no futuro Leia

5. O Mundo pós-covid Projeto diabólico Leia

4. Teoria da Conspiração e o humano QR-Code Leia

3. As máscaras o covid-19 e a engenharia social Leia

2. O que é o id 2020? O ID2020 é a Marca de Besta? Leia

1. A emergente reascensão da escatologia. Leia

 


 

 

A santificação sob a perspectiva da bíblia-introdução: Aqui

 

 Edição em destaque

 

Parte Final

 

 

 

Leia

atualização de 31/12/2020  

Ychzek'el

 

9.  3 - 4

3: Então a Glória do começou a se levantar sobre o Keruv, desde onde ele estava até a entrada da casa.

Ele chamou o homem vestido com roupas de linho, o qual tinha equipamento de escribas em sua cintura. 

O Deus de Yisra'el começou a se levantar sobre o Keruv, desde onde ele estava até a entrada da casa. 

 

Ezequiel  

 

9.  4. 

Adonai lhe disse "Vá por toda a cidade, através de toda a Yerushalayim, e ponha uma marca em sua testa como a de um homem [Cristo] que está suspirando e chorando por todas as práticas odiosas que estão sendo cometidas ali".

 

 

Bíblia Digital PtBr no PC


Quem é esta tal: “sinceridade”?
Quem é esta tal: “sinceridade”?

 Quem é esta tal: “sinceridade”?

 

Confucius.pngD

esde antes de conhecer a frase:

Se penso, logo existo; e de tentar compreender o seu significado, o que esta frase expressa e qual a sua profundidade na realidade de quem pensa sobre a sua existência, venho tentando compreender o significado real de outra palavra, que me arranca profundas interrogações sem respostas; e a palavra é: "sinceridade". Não que o pensamento filosófico tenha alguma ligação direta com o tema do artigo, mas, pela aplicação do termo "pensar" e do "existir" ou a sinceridade como qualidade e condição de caráter e a sua afinidade com as demais virtudes do ser humano. Pensei: E se ela não existisse como seríamos? Ainda não sei o significado gramático deste termo, nem o seu radical, a sua origem e nem os sinônimos e antônimos; porém quando fico a meditar nela, começo a procurar onde ela estaria dentro da minha recôndita personalidade, e quanto mais pesquiso, mais aumenta a minha dúvida, visto que sei que ela faz parte do nosso intelecto e do sentido racional, mas, neste interstício eu pergunto para o interior substrato e abscôndito do meu caráter o seguinte: o que aconteceria se neste exato momento eu precisasse dela; para intermediar uma situação adversa? E se ela me faltaria por não existir qual outra virtude natural pudesse lha suprir? 

Quem é esta tal: “sinceridade”?

Esta pergunta vai ser o titulo deste artigo, porque penso que esta é a dúvida de qualquer um que também quer saber quem é ela!

Eu ainda não consegui descrevê-la porque toda vez que precisei dela, a circunstância imediata não era das mais agradáveis e o resultado obtido surpreendeu contrariamente toda a minha expectativa; quando pensei que eu seria beneficiado por ela, porém na verdade o resultado reverso foi todo meu, daí; voltei à estaca zero, desta incógnita.

Nestas minhas pouco mais de cinco décadas de existência estou quase perto de uma compreensão mais plausível, ou seja, bem mais próximo, na minha concepção atual, sobre qual é a possível definição desta mais famosa das virtudes humanas, cuja, ainda permanece desconhecida da maioria das pessoas.

Creio que em algum lugar dever estar escondido este tesouro e a sua origem, porém encontrá-lo, é mais difícil que descobrir as minas do Rei Salomão, mas, não é impossível, basta ser insistente.

Na arqueologia das palavras que aprendi, escavando pacientemente depois de inúmeros infortúnios, comecei a assimilar que a [“sinceridade?”]; é uma virtuosa qualidade similar ao significado do termo valentia, mas, que nem mesmo os valentes, destemidos, arrojados e outros a possui, que é a [coragem], isto porque não existe alguém que não tenha o seu próprio medo, aquele nunca assumido.

Da mesma forma que o outro termo tem para mim um sentido diferente da sua definição, que é a palavra “malícia”; o sentido que já experimentei todas as vezes que defrontei com ocasiões em que a [“sinceridade?”] tinha que ser aplicada, eu tive medo; mas, do que?

Para esta pergunta existe uma coletânea de substantivos, verbos, advérbios, e ou uma variedade de termos linguísticos, os quais foram superados por esta sensação produzida pela ação da adrenalina no sistema nervoso central; e diante das tais complicações dos fenômenos da vida secular, bem como da transcendental, que forçou-me a apelar para outros meios singulares, métodos falidos de atitude comportamental e falhei junto com eles.

Mas o que dizem desta tal: [“sinceridade?”]..Na primeira pesquisa que fiz sobre este termo encontrei as seguintes definições: Sinceridade é ser honesto e transparente consigo mesmo e com o outro. Sinceridade é mostrar ao outro a verdade ou opinião sem criticá-lo, deixando claro sua posição.

Ex. Expor sua posição quanto a uma situação polêmica, como roubar, matar, etc. encontrei também alguns sinônimos: Franqueza, honestidade, credulidade, ingenuidade, inocência, simplicidade, sinceridade, cordialidade, afeição, amabilidade, desafogo, desassombro e outros mais..., além dos antônimos: falsidade, doblez, refolhamento, fingimento, refolho, hipocrisia, rebuço, dobrez, deslisura, duplicidade, desonestidade, insinceridade, dissimulação, disfarce, mentira e mais...

Relacionado diretamente a tal: [“sinceridade?”], não encontrei um em que eu pudesse adotá-lo com definitivo quando a questão fosse: ser sincero ou agir conforme ela rege este principio.

Eu ainda estou longe de encontrar um sentido real que possa ser experimentado na prática, que corrobore com a essência exata desta tal: [“sinceridade?”]; mesmo quando agi de maneira a explicitar o sentido prático do termo, em algumas decisões da vida, eu percebi que durante o momento em que eu esta sendo sincero, estava também coagido pelo efeito reverso do medo.

Senti que estava dominado por uma onda de magnetismo e sensações biológicas incompreensíveis, porém sabia que eram reações psicológicas e físicas causadas pela emoção quando esta está diretamente sendo aplicada a razão.

O raciocínio agia influenciado pela emotividade controlada e o agente responsável pela ação da efetivação do motor [“sinceridade?”], era o medo coagido.

O medo coage ou obriga a pessoa a tomar uma decisão contraria as suas vontades, quando ela está diante de uma situação, cuja, a [“sinceridade?”]; é um caminho somente de ida.

Ou vai ou não.

O termo, não somente ele em si, [sincero] mas, a sua aplicação nas questões enigmáticas dos comportamentos afetados pela [“sinceridade?”]; não possui uma catacrese, que é uma metáfora já absorvida no uso comum da língua, de emprego tão corrente que não é mais tomada como tal, e que serve para suprir a falta de uma palavra específica que designe determinada coisa; como por exemplo: braços de poltrona; cair num logro; dentes do serrote; nariz do avião; pescoço de garrafa; virar um vaso de cabeça para baixo e outros; porque a atitude por trás do sentido da palavra, não é definida, e o máximo que podemos definir é que a [“sinceridade?”]; é soma dos fatores, coragem, decisão e verdade que se fundem numa só ação, e quando chega o momento em que estas ações conjuntas precisam ser efetivas, elas as são, mesmo mediante o frio cadavérico do medo.

O calafrio, as mãos geladas o suor inconstante as palpitações cardíacas a adrenalina acelerada e o calor da situação em conflito, se fundem mediante a decisão da ação. 

Quem já experimentou a sensação desconfortante do momento em que diante de outra pessoa revela não ter mais afinidade pessoal com ela suficiente para continuar mantendo a relação afetiva intima entre ambos, e que por este motivo ele está saindo da vida dela, para bem comum dos dois; ou daquele que decidiu voluntariamente por esta resolução, declarando o fim do relacionamento sem mentir e olhando nos olhos?

Quem já vivenciou este drama tem a sensação de que uma bomba atômica está na sua plena explosão dentro do seu âmago.Esta tal [“sinceridade?”]; quase nunca está presente nos eventos em que ela não poderia faltar, tanto nas relações afetivas, sociais, religiosas, contemporâneas como em outras ocasiões, porque é uma das mais temíveis sensações produzidas pelas reações químicas orgânicas e psicológicas, mas, este é um mal que se abate sobre o ser humano independente da sua formação social, cultural, moral, religiosa e outras, além de que ela é agravada por quem sofre de distúrbios da personalidade.

O mentiroso, o de dupla personalidade, o infiel, o traiçoeiro são os que não são capazes de agir nem para si mesmo, bem como para o bem de outrem, quando o fator é a [“sinceridade?”].

Para ser sincero, não é necessário conhecer alguma doutrina ou filosofia platônica, mas, sim, de não ter medo de negar a si mesmo, o direito de não ter medo de dizer a verdade no momento em que a única solução é ter coragem de ser verdadeiro e transparente, em qualquer decisão.

Eu também confesso ter certo receio dela sempre que sou desafiado pela mesma, por já ter sofrido sérias consequências quando fui defrontado por ela, e que em algumas vezes eu fui vencido pela covardia; nem tanto pelo medo, porque sabia das consequências e o efeito que ela me traria por toda a vida.

Já falhei por conta da força da [“sinceridade?”]; diante do homem, de Deus e de mim mesmo, e admito, a sensação produzida é pior do que a que se obteria caso não tivesse fracassado diante dela.

Nisto estou tentando ser sincero! Por isto sempre estou revendo os meus conceitos.

E você? Já falhou, fracassou, ou furtou-se do direito de agir em algum momento da sua sua vida, conforme exigia a natureza da ação da “sinceridade?

  

       Em Cristo.

Revisão Julho 2016

Shalon.

Por Cornelio A.Dias  

 

"Feito perfeito, é imperfeito; como criação, o meu eu; natureza humana! C. A. Dias.

 

 

              

 

 

Comentários

 

 

 

 

Licença Creative Commons
Quem é esta tal sinceridade
do Teologo Cornelio A.Dias está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Não Comercial - Sem Derivações 4.0 Internacional. Baseado no trabalho disponível em  http://oportaldateologia.no.comunidades.net/quem-e-esta-tal-sinceridade ; Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em mail oportal@oportaldateologia.org

newline oportal

Mais lidas 2021-22

1. A Porta da Salvação. Leia

2. O Pão nosso de cada dia. Leia

3. Televisão: O olho mágico da besta. Leia

4. O que é heresia? Leia

5. Tecnologia 5G e o olho que tudo Vê. Leia

6. A era da sociedade charagma.  Leia

7. Plano dos Illuminati rumo a Nova Ordem Mundial.  Leia

8. A chegada não reconhecida do falso profeta. Leia

9. Nova Ordem Mundial conforme a Bíblia. Leia

10. O que é o Anticristo? Quem será Ele? Leia

11. O anticristo conforme a bíblia. Leia

12. Como será a vida no futuro: Leia

Destaque OPortal

A chamada no gif abaixo visa alertar sobre um grave evento que vai acontecer:

São elementos ardentes que se fundirão sobre terra: Cuidado!

Os corpos celestes explodirão sobre a atmosfera e cairá sobre a terra como chuva de pedras fogueadas. Haverá terrível destruição.

Tema Central d'OPortal

Leia

A falsa doutrina da pré-tribulação

Link

Questione-se: 

Conforme cita a bíblia qual é das doutrinas a que julga ser a mais viável pra você  biblicamente? 

Mezo-tribulação 

A Igreja será arrebatada ou não no meio da tribulação?

Pós-tribulação   

Em qual delas a Igreja de Cristo vai ser elevada?

Pré-tribulação  

A Igreja ela não verá este juízo que  virá sobre a face da  terra.

Qual é a certeza de que não vai estar aqui neste dia mais terrível da humanidade ?

Reflexão 

O Portal

 texto flutuante

  

       


Reflexão!

2013 - 2022

O oitavo rei

A besta do mar conforme descreve a profecia de:  Ef: 6 - 11 - 13.

ela faz referência às duas principais hierarquias do reino do mal que domina o mundo físico e espiritual desde a origem do pecado no Éden.

São eles os: “Os principados” que são as ordens celestiais malignas superiores constituídas por demônios de todas  e as hierarquias ou seja; é uma casta formada pelos seres que eram  dantes angelicais que foram lançados na terra quando o ex-querubim lúcifer intentou usurpar o trono de Deus; estes são as miríades ou legiões enquanto que as "Potestades"  são as classes humanas de governantes que regem os países do mundo sob o domínio secular de controle espiritual total do demônio; como por exemplo o falso profeta que ou a besta do mar e o anticristo a besta da terra e os demais reis tirânicos existentes! Conforme rege:

2 Corintios 4:4Nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus. 

O sangue inocente "de muitos cristãos" ainda terá que ser derramado no mundo até que o último fiel seja morto na terra pelo crime hediondo de servir a Deus e confessar Jesus como Cristo Rei e Senhor conforme registra

Apocalipse 6: 9 -11: que diz:

9: E, havendo aberto o quinto selo, vi debaixo do altar as almas dos que foram mortos por amor da palavra de Deus e por amor do testemunho que deram.

10: E clamavam com grande voz, dizendo: Até quando, ó verdadeiro e santo e Dominador, não julgas e vingas o nosso sangue e dos que habitam sobre a terra?

11: E foram dadas a cada um compridas vestes brancas e foi-lhes dito que repousassem ainda um pouco de tempo, até que também se completasse o número de seus conservos e seus irmãos, que hão de serem mortos  como eles foram.

São soldados do Rei dos Reis todos aqueles que pela sua fé em Cristo forem perseguidos e mortos no mundo pelo exército de satanás nesta antiga batalha espiritual entre o bem e o mal; por não se prostrarem diante das potestades da terra prestando lhes adoração e submissão total as suas leis, que são:

Os fiéis; os cristão guerreiros que serão presos; feridos ou mortos nesta guerra espiritual secular que virá com força total sobre a terra contra os soldados do Deus altíssimo.

Os que forem mortos; estes não vão ser laureados com medalhas de sangue como fazem os exércitos seculares; e "nós" os que provarmos o dano da primeira morte na terra; vamos receber uma Coroa de Glória com os nossos nomes gravados nelas e reinaremos com Cristo por toda a eternidade; na Nova Jerusalém que descerá do céu e ocupará o espaço físico desta terra pois ela será lançada no lago de fogo e enxofre no Juízo Final após o governo milenar de Cristo aqui no mundo; por toda eternidade!

A Nova Ordem Mundial através do Falso Profeta já está em plena e intensa atividade e teve inicio em 2013 com a "assençao" do ultimo Papa do Vaticano; que cumprirá o seu dever com todo o rigor. A sua marca já está sendo aceita é voluntariamente por muitos nos países no mundo e já estamos no tempo em que ela vai ser obrigatória para todos!

E quem quiser livrar-se "desta lei que será a pior perseguição que já houve na terra terá que aceitar a marca para poder comprar ou vender e ter a liberdade em troca pela sua alma!

Revelação 13. 1 – E vi uma besta que saia do mar, [...] 2 [...] O dragão lhe deu seu poder, seu trono e grande autoridade.

4. Eles adorarão o dragão, porque dera a sua autoridade à besta [...] Foi-lhe dado poder para guerrear contra o povo santo de Deus e derrotá-los.

10. Se alguém há de ir para o cativeiro, para o cativeiro irá! Se alguém há de ser morto à espada, morto à espada haverá de ser!”“.

O oitavo rei ele é a besta do mar e o falso profeta do Apocalipse 18:2 que assumiu o trono da perdição em 2013 no Vaticano cujo País é a Babilônia “espiritual” no mundo secular. O número que ele simboliza é o: 6 6 6; o ultimo Papa.

O Rei dos reis será o próximo e estará voltando a qualquer momento conforme os sinais biblicos forem se cumprindo; como por exemplo a marca da besta que no metaverso que já é real no universo que excede as barreiras físicas do mundo real no caminho de um verdadeiro mundo virtual.

Portanto: espere por Ele mesmo que isto vier lhe custar à sua própria vida.

Oriente-se!

Março de 2013 ⇔ 2022

Por: Cornelio A.Dias

 

Assista este vídeo

https://www.dailymotion.com/video/x6e2rcw

https://www.dailymotion.com/oportaldateologia

Pré-tribulação

O futuro do mundo

Nas Mãos Do Governo

Documentário 

Aqui

Pré-tribulação

Aqui

 

 

Clique aqui em:

 

 

Bíblia Online e Seleção de Louvores

 

TAU_ORIGINAL_PORTAL.png  

 

 

 

IMAGEM TEXTO