Translate this Page

Rating: 2.0/5 (3197 votos)




ONLINE
3




Partilhe esta Página





Busca OPortal

Clique⇒ mapa do site avançado
           Buscar no freefind

Email OPortal

 

oportal@oportaldateologia.org

cornelio.a.dias@oportaldateologia.org

 


https://files.comunidades.net/oportaldateologia/setad.gifÚltimas Edições

 

1. A emergente reascensão da escatologia. Leia

2. O que é o id 2020? O ID2020 é a Marca de Besta? Leia

3. As máscaras o covid-19 e a engenharia social Leia

4. Teoria da Conspiração e o humano QR-Code Leia

5. O Mundo pós-covid Projeto diabólico Leia

6. Como será a vida no futuro Leia

7. Admirável mundo novo Leia 

 


 

A santificação sob a perspectiva da bíblia-introdução: Aqui

 

 Edição em destaque

 

Parte Final

 

 

 

Leia

atualização de 31/12/2020  

Ychzek'el

 

9.  3 - 4

3: Então a Glória do começou a se levantar sobre o Keruv, desde onde ele estava até a entrada da casa.

Ele chamou o homem vestido com roupas de linho, o qual tinha equipamento de escribas em sua cintura. 

O Deus de Yisra'el começou a se levantar sobre o Keruv, desde onde ele estava até a entrada da casa. 

 

Ezequiel  

 

9.  4. 

Adonai lhe disse "Vá por toda a cidade, através de toda a Yerushalayim, e ponha uma marca em sua testa como a de um homem [Cristo] que está suspirando e chorando por todas as práticas odiosas que estão sendo cometidas ali".    


Reflexão bíblica sobre a vida e a morte eterna
Reflexão bíblica sobre a vida e a morte eterna

Reflexão bíblica sobre a vida e a morte eterna

Esta reflexão bíblica visa trazer um pouco de luz sobre a certeza da vida e da morte eterna.

Quando Deus criou o homem, logo depois fez nascer à vida e a morte no jardim, representada pelas arvores [...] da vida no meio do jardim, e a árvore do conhecimento do bem e do mal   

• Gn. 2 • 16  E Deus disse ao homem: [...] De toda árvore do jardim podes comer livremente;

• 16 [...] mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dessa não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás

Isto quer dizer que até da arvore da vida ele poderia comer, não havia restrição.

Aqui começa a primeira certeza, o livre-arbítrio foi estabelecido; ou seja, a opção por decidir; Deus não iria intervir em muitas decisões.

Eram dois caminhos; ao centro [meio do lado oriental do jardim] para a vida e o outro para a morte, este pelo qual não foi aconselhado caminhar; e o Criador se foi.O que havia em comum entre o homem e as duas árvores? Vejamos.    

• Gn. 2 • 26  [...] E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança;

•  27 Criou, pois, Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; [...]

Como era a imagem de Deus? Um Ser com um corpo e uma [alma]; Espírito, assim é Ele.

O homem havia sido criado parecido, mas, mas, aparentemente lhe faltava algo, somente o corpo era visível.

• Gn. 2 • 7  [...] e soprou-lhe nas narinas o fôlego da vida; e o homem tornou-se alma vivente.

Ao receber o sopro, criou se nele um fluido chamado, sangue, e o homem viveu. A alma já estava nele, imperceptível; quando o seu corpo viveu.

• Gn. 9 • 4 A carne, porém, com sua vida, isto é, com seu sangue, não comereis.

• 5 Certamente requererei o vosso sangue, o sangue das vossas vidas; de todo animal o requererei; como também do homem, sim, da mão do irmão de cada um requererei a vida do homem.

• 6 Quem derramar sangue de homem, pelo homem terá o seu sangue derramado; porque Deus fez o homem à sua imagem

A imagem que o homem passou a ter em comum com Deus era a vida. A semelhança era a  Alma.

A diferença: o homem foi criado com três elementos vitais; primeiro corpo; alma e depois a vida [folego] como complemento, enquanto que Deus é somente Corpo e Alma, [Seu Espírito Santo], porque a vida foi dada ao homem através do sangue para manter o corpo físico vivo, quando ele respirou o sobro da boca do Criador, mantendo preso a ele [corpo], a sua alma.

Uma vez que a vida sai do corpo, a alma também lo abandona, temporariamente.

O que havia em comum entre o homem e as duas árvores, é justamente isto; o homem tinha vida, a vida também estava no jardim, a morte estava no jardim e poderia tirar a vida homem que também estava no jardim, se dela ele comesse.

E se ao homem Deus não lhe desse o direito de decisão? Com exceção de poucos!

Certamente estaria vivo, porque não seria capaz de desobedecer-Lho.

Portanto, todos seriam predestinados a viver para sempre, ou seja, quando fosse criado; Deus não lhe daria opção de escolha. Não haveria a grande maioria que são os apenas chamados.

Tempo depois: [...]

• Gn. 9 • 21 Então o Senhor Deus fez cair um sono pesado sobre o homem, e este adormeceu; tomou-lhe, então, uma das costelas, e fechou a carne em seu lugar;

• 22 e da costela que o senhor Deus lhe tomara, formou a mulher e a trouxe ao homem.

• 23 Então disse o homem: Esta é agora osso dos meus ossos, e carne da minha carne; ela será chamada varoa, porquanto do varão foi tomada. [...]

[...] Deus de ter formado a mulher, Ele realizou o primeiro casamento.

• Gn. 2 • 24 Portanto deixará o homem a seu pai e a sua mãe, e unir-se-á à sua mulher, e serão uma só carne.

Mas a harmonia do primeiro casal não duraria muito tempo por que:

 

• Gn. 3 • 4 Disse a serpente à mulher: Certamente não morrereis.

• 5 Porque Deus sabe que no dia em que comerdes desse fruto, vossos olhos se abrirão, e sereis como Deus, conhecendo o bem e o mal.

O casal ouviu a serpente; desobedeceu, e foram expulsos do jardim. 

• Gn. 3 • 11Deus perguntou-lhe mais: Quem te mostrou que estavas nu? Comeste da árvore de que te ordenei que não comesses?

• 12 Ao que respondeu o homem: A mulher que me deste por companheira deu-me a árvore, e eu comi.

• 13 Perguntou o Senhor Deus à mulher: Que é isto que fizeste? Respondeu A serpente enganou-me, e eu comi.

E a mulher transferiu a culpa para a serpente, quando foi ela que errou e ambos pecaram. Este foi o primeiro pecado do homem, a desobediência.

Não muito tempo após, o primeiro filho do casal, irou-se contra o próprio irmão, e Deus lo advertiu:   

• Gn. 4 • 6 Então o Senhor perguntou a Caim: Por que te iraste? e por que está descaído o teu semblante?

• 7 Porventura se procederes bem, não se há de levantar o teu semblante? e se não procederes bem, o pecado jaz à porta, e sobre ti será o seu desejo; mas sobre ele tu deves dominar.

• 8 Falou Caim com o seu irmão Abel. E, estando eles no campo, Caim se levantou contra o seu irmão Abel, e o matou

No verso 7 Deus também havia advertido antes, como fez com o primeiro casal, e o homem podia dominar o desejo de errar, mas, não o fez; e foi a primeira vez que a palavra “pecado”, foi dita, e pelo próprio Deus. 

Caim podia ter controlado a ira, mas, não obedeceu a voz de Deus, daí vemos que todo erro e pecado vem do ouvir e não obedecer.

A partir de então a palavra “morrerá” começou a ser registrada na Bíblia com mais frequência, até que em:   

• Ez. 3 • 21 Mas se tu avisares o justo, para que o justo não peque, e ele não pecar, certamente viverá, porque recebeu o aviso; e tu livraste a tua alma.

[...] foi escrito que quando o corpo erra a alma peca:   

• Ez. 18 • 4 Eis que todas as almas são minhas; como o é a alma do pai, assim também a alma do filho é minha: a alma que pecar, essa morrerá.

Aqui Deus foi categórico em afirmar que “toda”, alma; ou seja, exceção alguma, que pecasse, morreria. A sentença da morte era tanto para os presdetinados como para os de livre arbítrio, como seria definido tempos depois no futuro.

A partir desta época, começou os intermináveis questionamentos. Ate aqui todos já estão cientes de que, após certa idade a pessoa morre naturalmente; mas, a alma morrer? Isto provoca uma séria discussão e ela se estende até os dias de hoje.

Quando Caim matou Abel, ele matou quem: o corpo dele ou a alma? Sabia-se que ao derramar o sangue, o corpo morre, sendo assim, o que há de se tirar para que a alma venha a morrer? O corpo de Abel havia morrido isto era certo, porém; e a alma dele?

Basta voltarmos em lá em Gênesis 2. 26 – 27, que teremos a resposta. Deus criou o homem a sua “imagem e semelhança”; portanto, nele havia uma alma, e se ela não pode ser tocada pelo homem, só quem pode fazê-lo é o seu Criador, e sabendo se que quando o corpo o erra faz a alma pecar, portanto, quando ela peca, Deus a mata. Deus criou o homem do pó da terra;   

• Gn. 3 • 19 Do suor do teu rosto comerás o teu pão, até que tornes à terra, porque dela foste tomado; porquanto és pó, e ao pó tornarás.

Deus aqui mostra o destino do corpo, isto era sabido por todos; mas, a primeira vez que a Bíblia faz menção do lugar onde alguém podia ir após a morte está registrado em:   

• Sl 143 • 3  Pois o inimigo me perseguiu; abateu-me até o chão; fez-me habitar em lugares escuros, como aqueles que morreram há muito.

Este verso nos revela que há um lugar para onde a alma irá quando corpo morrer, e se o corpo não pode enxergar embaixo da terra, e se há um lugar escuro onde ele vai estar depois de morto, isto explica, que a alma dele vai estar consciente e existindo em algum lugar; portanto, se alma morre, ela morre porque ela pecou, conforme relata Ezequiel 18. 4; pois vimos que o erro do corpo gera o pecado da alma, e quando ele morre, ela também morre, mesmo continuando a existir em algum lugar.

E ao destino que a alma vai permanecer, este lugar somente Deus é quem pode enviá-la.

Parece uma ambiguidade se não fosse pelo domínio soberano de Deus sobre tudo, visto que a alma, não tem matéria na sua composição, por isto ela depende do corpo feito do pó para habitar; mas, não é; uma vez ela criada ela irá existir, mas, Deus na sua sapiência, criou lugares para as almas, distintos entre si, visto que uma alma que morrer, não poderá habitar junto com outra que continuará vivendo, após abandonar o corpo.

E quem nos responde esta questão é o próprio Jesus:   

• Mt. 25 • 31 Quando, pois vier o Filho do homem na sua glória, e todos os anjos com ele, então se assentará no trono da sua glória;  

• 32 e diante dele serão reunidas todas as nações; e ele separará uns dos outros, como o pastor separa as ovelhas dos cabritos;

• 33 e porá as ovelhas à sua direita, mas os cabritos à esquerda.

• 34 Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai. Possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo;

• 35 porque tive fome, e me destes de comer; tive sede, e me destes de beber; era forasteiro, e me acolhestes;

• 36 estava nu, e me vestistes; adoeci, e me visitastes; estava na prisão e fostes ver-me.

• 37 Então os justos lhe perguntarão: Senhor, quando te vimos com fome, e te demos de comer? ou com sede, e te demos de beber?

• 38 Quando te vimos forasteiro, e te acolhemos? ou nu, e te vestimos?

• 39 Quando te vimos enfermo, ou na prisão, e fomos visitar-te?

• 40 E responder-lhes-á o Rei: Em verdade vos digo que, sempre que o fizestes a um destes meus irmãos, mesmo dos mais pequeninos, a mim o fizestes.

• 41 Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, 

O destino das almas são estes mencionados nestes versos: as almas daqueles cujos corpos morreram no erro, o pecado será impugnado a alma destes; que serão lançados para o fogo eterno, preparado para o Diabo e seus anjos; porém, aqueles que ao morrerem fisicamente, não contaminaram as suas almas, elas continuaram existindo, porém vivas em seus corpos no reino que vos está preparado desde a fundação do mundo.

Os próximos versos mostram como evitar tal destino fatal:

• Mc. 9 • 43 E se a tua mão te fizer tropeçar, corta-a; melhor é entrares na vida aleijado, do que, tendo duas mãos, ires para o inferno, para o fogo que nunca se apaga. 

• 44 [onde o seu verme não morre, e o fogo não se apaga.]

• 45 Ou, se o teu pé te fizer tropeçar, corta-o; melhor é entrares coxo na vida, do que, tendo dois pés, seres lançado no inferno.

• 46 [onde o seu verme não morre, e o fogo não se apaga.]

• 47 Ou, se o teu olho te fizer tropeçar, lança-o fora; melhor é entrares no reino de Deus com um só olho, do que, tendo dois olhos, seres lançado no inferno.

• 48 onde o seu verme não morre, e o fogo não se apaga.

• 49 Porque cada um será salgado com fogo.

• 50Bom é o sal; mas, se o sal se tornar insípido, com que o haveis de temperar? Tende sal em vós mesmos, e guardai a paz uns com os outros. 

Os versos acima nos orientam como devemos viver, a evitar que os nossos corpos errem e com isto a nossa alma venha a pecar como já venho dizendo desde o inicio.

Será que temos que agir literalmente como eles regem? Não. Os versos dizem que podemos através dos nossos membros, contaminarem o nosso corpo, e sentido de cortar, arrancar, extirpar e justamente fazer isto com os atos que praticamos.    

• Rm 12 • 1 Rogo-vos pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos como um sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional

Este é culto verdadeiro, apresentar a Deus os nossos corpos em santidade, o que muitos confundem com o ato de ir a igreja cultuar, conforme o verso a seguir:

• Cl. 2 • 23 As quais têm, na verdade, alguma aparência de sabedoria em culto voluntário, humildade fingida, e severidade para com o corpo, mas não têm valor algum no combate contra a satisfação da carne

Os desejos, muitas vezes estão escondidos por trás da aparência, ou vice-versa, conforme aconteceu com Caim :

• Gn. 4 • 7  Porventura se procederes bem, não se há de levantar o teu semblante? e se não procederes bem, o pecado jaz à porta, e sobre ti será o seu desejo; mas sobre ele tu deves dominar

Estamos constantemente nesta mesma condição que Caim estava, e era isto que ele devia fazer: dominar a carne ; é justamente isto que estamos propensos a não fazer; por que: nunca pensamos no prejuízo que vamos causar a nossa alma, que não pode se defender do nossos atos insanos!

Quantas tragédias vivenciamos todos os dias provocados por quem não consegue dominar os próprios instintos insanos, vindo causar destruições a si e a terceiros; que não tem culpa alguma dos seus infortúnios?

Precisamos ouvir Deus nos dizer para procedermos bem, dominando o nosso desejo! Mas não somente ouvir, mas, atender ao seu pedido.

A morte da alma é o resultado final do erros que praticamos sem arrependimento quando o corpo falece.

A morte para ela é o castigo do sofrimento eterno, quando, o corpo ressuscitar, for julgado por Deus, se juntar a ela novamente, e ser lançado no inferno.

Esta á a definição mais pratica e sem complicação.

Qualquer um pode compreender o sentido conforme acima exposto.

Todos sabem que é assim que será quando chegar a nossa vez de morrer.

Proceda bem; domine o seu desejo.

Pense no valor que tem a sua alma. 

“Você pode nascer, ser criado na igreja, batizado na igreja e servir na igreja. Pode ser casado na igreja, morrer na igreja, ser velado na igreja e acordar no inferno; se você está na igreja, mas, Cristo não em você”. 

      Em Yeshua!

         Shalon. 

         קרניליוס   

               Cornelio A.Dias  

"Feito perfeito, é imperfeito; como criação, o meu eu; natureza humana! C. A. Dias. 

 

 

 

 

 

Licença Creative Commons

Reflexão bíblica sobre a vida e a morte eterna: do Teologo Cornelio A.Dias está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Não Comercial - Sem Derivações 4.0 Internacional. Baseado no trabalho disponível em https://oportaldateologia.no.comunidades.net/reflexao-biblica-sobre-a-vida-e-a-morte-eterna. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em https://oportaldateologia.no.comunidades.net/.

newline oportal

is lidas 2021-22

1. A Porta da Salvação. Leia

2. O Pão nosso de cada dia. Leia

3. Televisão: O olho mágico da besta. Leia

4. O que é heresia? Leia

5. Tecnologia 5G e o olho que tudo Vê. Leia

6. A era da sociedade charagma. Leia

7. Plano dos Illuminati rumo a Nova Ordem Mundial.  Leia

8. A chegada não reconhecida do falso profeta. Leia

9. Nova Ordem Mundial conforme a Bíblia. Leia

10. O que é o Anticristo? Quem será Ele? Leia

11. O anticristo conforme a bíblia. Leia

12. Como será a vida no futuro: Leia

Destaque OPortal

A chamada no gif abaixo visa alertar sobre um grave evento que vai acontecer:

São elementos ardentes que se fundirão sobre terra: Cuidado!

Os corpos celestes explodirão sobre a atmosfera e cairá sobre a terra como chuva de pedras fogueadas. Haverá terrível destruição.

Tema Central d'OPortal

Leia

A falsa doutrina da pré-tribulação

Link

Questione-se: 

Conforme cita a bíblia qual é das doutrinas a que julga ser a mais viável pra você  biblicamente? 

Mezo-tribulação 

A Igreja será arrebatada ou não no meio da tribulação?

Pós-tribulação   

Em qual delas a Igreja de Cristo vai ser elevada?

Pré-tribulação  

A Igreja ela não verá este juízo que  virá sobre a face da  terra.

Qual é a certeza de que não vai estar aqui neste dia mais terrível da humanidade ?

Reflexão 

O Portal

 texto flutuante

  

       


Reflexão!

2013 - 2022

O oitavo rei

A besta do mar conforme Ef: 6 - 11 - 13.

faz referência às duas hierarquias do mal que domina o mundo físico e espiritual desde a origem do pecado no Éden. São eles os “Principados” que são as ordens celestiais malignas superiores constituídas por demônios de todas as hierarquias ou seja; é uma casta formada pelos seres que eram angelicais e foram lançados na terra quando o querubim Lúcifer intentou usurpar o trono de Deus; eles são miríades ou legiões enquanto que as "Potestades" são classes humanas de Governantes que governam os países do mundo sob o domínio secular de controle espiritual total do demônio; como por exemplo o falso profeta que é a besta do mar e o anticristo a besta da terra e os demais reis tirânicos existentes!

O sangue inocente "do cristão" ainda terá que ser derramado até que o último fiel seja morto na terra por servir a Deus em Jesus Cristo conforme registra

Apocalipse 6:9-11: que diz:

9: E, havendo aberto o quinto selo, vi debaixo do altar as almas dos que foram mortos por amor da palavra de Deus e por amor do testemunho que deram.

10: E clamavam com grande voz, dizendo: Até quando, ó verdadeiro e santo Dominador, não julgas e vingas o nosso sangue dos que habitam sobre a terra?

11: E foram dadas a cada um compridas vestes brancas e foi-lhes dito que repousassem ainda um pouco de tempo, até que também se completasse o número de seus conservos e seus irmãos, que hão de serem mortos eles como eles foram.

São soldados do Rei dos Reis todos aqueles que pela sua fé em Cristo forem perseguidos e mortos no mundo pelo exército de satanás nesta antiga batalha espiritual entre o bem e o mal; por não se prostrarem diante das potestades da terra prestando lhes adoração e submissão total as suas leis, que são: 2 Coríntios 4: 4!

Os fiéis são os guerreiros que serão presos; feridos ou mortos nesta guerra espiritual secular que virá com força total sobre a terra contra os soldados do Deus altíssimo.

Os que forem mortos; estes não vão ser laureados com medalhas de sangue como fazem os exércitos seculares; "nós" os que provarmos o dano da primeira morte na terra; vamos receber uma Coroa de Glória com os nossos nomes gravados nelas e reinaremos com Cristo por toda a eternidade; na Nova Jerusalém que descerá do céu e ocupará o espaço desta terra pois ela será lançada no lago de fogo e enxofre no Juízo Final após o governo milenar de Cristo aqui no mundo; por toda eternidade!

A Nova Ordem Mundial através do Falso Profeta já está em plena e intensa atividade e teve inicio em 2013 cumprindo seu dever a rigor. A sua marca já está sendo aceita é voluntariamente por muitos nos países no mundo e já estamos no tempo em ela vai ser obrigatória para todos!

E quem quiser livrar-se "desta lei que será a pior perseguição que já houve terá que aceitar a marca para poder comprar ou vender e ter a liberdade em troca pela sua alma!

Revelação 13. 1 – E vi uma besta que saia do mar, [...] 2 [...] O dragão lhe deu seu poder, seu trono e grande autoridade.

4. Eles adorarão o dragão, porque dera a sua autoridade à besta [...] Foi-lhe dado poder para guerrear contra o povo santo de Deus e derrotá-los.

10. Se alguém há de ir para o cativeiro, para o cativeiro irá! Se alguém há de ser morto à espada, morto à espada haverá de ser!”“.

O oitavo rei ele é a besta do mar o falso profeta do em Apocalipse 18:2 que assumiu o trono da perdição em 2013 cujo; é a Babilônia “espiritual”. O número que ele simboliza é o: 6 6 6.

O ultimo, o Rei dos reis é o próximo, e está vindo, espere por Ele mesmo que isto venha lhe custar à sua própria vida.

Oriente-se.

Março de 2013 ⇔ 2022

Por:Cornelio A.Dias

Março de 2013. 2022

 https://www.dailymotion.com/video/x6e2rcw

 https://www.dailymotion.com/oportaldateologia

Pré-tribulação

O futuro do mundo

Nas Mãos Do Governo

Documentário 

Aqui

Pré-tribulação

Aqui

Abra esta Porta de Meditação, Louvor e Oração,

 

 

Clique aqui em:

 

 

Bíblia Online e Seleção de Louvores

 

TAU_ORIGINAL_PORTAL.png  

 

 

 

IMAGEM TEXTO