Translate this Page

Rating: 2.0/5 (3197 votos)




ONLINE
3




Partilhe esta Página





Busca OPortal

Clique⇒ mapa do site avançado
           Buscar no freefind

Email OPortal

 

oportal@oportaldateologia.org

cornelio.a.dias@oportaldateologia.org

 


https://files.comunidades.net/oportaldateologia/setad.gifÚltimas Edições

 

1. A emergente reascensão da escatologia. Leia

2. O que é o id 2020? O ID2020 é a Marca de Besta? Leia

3. As máscaras o covid-19 e a engenharia social Leia

4. Teoria da Conspiração e o humano QR-Code Leia

5. O Mundo pós-covid Projeto diabólico Leia

6. Como será a vida no futuro Leia

7. Admirável mundo novo Leia 

 


 

A santificação sob a perspectiva da bíblia-introdução: Aqui

 

 Edição em destaque

 

Parte Final

 

 

 

Leia

atualização de 31/12/2020  

Ychzek'el

 

9.  3 - 4

3: Então a Glória do começou a se levantar sobre o Keruv, desde onde ele estava até a entrada da casa.

Ele chamou o homem vestido com roupas de linho, o qual tinha equipamento de escribas em sua cintura. 

O Deus de Yisra'el começou a se levantar sobre o Keruv, desde onde ele estava até a entrada da casa. 

 

Ezequiel  

 

9.  4. 

Adonai lhe disse "Vá por toda a cidade, através de toda a Yerushalayim, e ponha uma marca em sua testa como a de um homem [Cristo] que está suspirando e chorando por todas as práticas odiosas que estão sendo cometidas ali".    


Príncipe promete eliminar terroristas da terra
Príncipe promete eliminar terroristas da terra

A cúpula é a primeira reunião de ministros da Defesa e outros altos funcionários da Coalizão Militar Islâmica Contra o Terrorismo, que oficialmente conta 41 países e se identifica como uma "frente unificada pan-islâmica" contra o extremismo violento.

Príncipe herdeiro da Arábia Saudita promete que nova aliança islâmica "eliminará terroristas da face da terra" 

AFP e JULIAN ROBINSON

 

  • Príncipe Mohammed bin Salman estava falando com funcionários de 40 países muçulmanos

  • Ministro da Defesa da Arábia Saudita disse que "não há coordenação" na luta contra o terrorismo

  • Comentários feitos na primeira reunião da Coalizão Contra o Terrorismo Militar Islâmico

O príncipe herdeiro da Arábia Saudita prometeu "limpar os terroristas da face da terra" enquanto autoridades de 40 países muçulmanos se reuniam na primeira reunião de uma aliança islâmica de combate ao terrorismo.

Ele fotografado na reunião

O príncipe Mohammed bin Salman, que também é ministro da Defesa da Arábia Saudita, disse a autoridades em Riad que "nos últimos anos, o terrorismo tem funcionado em todos os nossos países ... sem coordenação" entre as autoridades nacionais. "Isso termina hoje, com essa aliança", acrescentou ele.

A cúpula é a primeira reunião de ministros da Defesa e outros altos funcionários da Coalizão Militar Islâmica Contra o Terrorismo, que oficialmente conta 41 países e se identifica como uma "frente unificada pan-islâmica" contra o extremismo violento.

O príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohammed bin Salman, prometeu "eliminar os terroristas da face da terra", com funcionários de 40 países muçulmanos reunidos na primeira reunião de uma aliança antiterrorista islâmica.

A aliança foi anunciada em 2015 sob os auspícios do príncipe Mohammed, cuja rápida ascensão desde sua nomeação como herdeiro do trono em junho abalou o cenário político em toda a região. A reunião de domingo acontece quando várias coalizões militares, incluindo importantes aliados dos Estados Unidos, a Arábia Saudita, lutam para empurrar o ISIS de seus últimos bastiões remanescentes no Iraque e na Síria.

A aliança agrupa em grande parte, embora não exclusivamente, os países de maioria sunita ou sunita. Exclui o arqui-rival da Arábia Saudita, o Irã, dominado pelos xiitas, bem como a Síria e o Iraque, cujos líderes têm laços estreitos com Teerã.

A reunião de domingo coincide com uma escalada nas tensões entre Riad e Teerã, particularmente sobre as guerras na Síria e no Iêmen e a estrutura política do Líbano multi-confessional.

A Arábia Saudita acusa o Irã de apoiar grupos armados em todo o Oriente Médio, incluindo o xiita Hezbollah, do Líbano, e os rebeldes Huthi, do Iêmen.

A aliança agrupa em grande parte, embora não exclusivamente, os países de maioria sunita ou de governo sunita.

Exclui o arqui-rival da Arábia Saudita, o Irã, dominado por xiitas, bem como a Síria e o Iraque, cujos líderes têm laços estreitos com Teerã.

A reunião de domingo coincide com uma escalada nas tensões entre Riad e Teerã, particularmente sobre guerras na Síria e Iêmen e a estrutura política do Líbano multi-confessional.

A Arábia Saudita acusa o Irã de apoiar grupos armados em todo o Oriente Médio, incluindo o xiita Hezbollah, do Líbano, e os rebeldes Huthi, do Iêmen.

O príncipe Mohammed bin Salman (centro), que também é ministro da Defesa da Arábia Saudita, disse a autoridades em Riad  que "nos últimos anos, o terrorismo tem funcionado em todos os nossos países ... sem coordenação" entre as autoridades nacionais.

"O pilar dessa coalizão é a inclusão", disse o general saudita Abdulelah al-Saleh, secretário geral da aliança, minimizando a exclusão dos três países.

"Nosso inimigo comum é o terrorismo, não qualquer religião, seita ou raça."

A reunião da aliança em Riad reúne países de maioria muçulmana ou muçulmana, incluindo Egito, Emirados Árabes Unidos, Bahrein, Afeganistão, Uganda, Somália, Mauritânia, Líbano, Líbia, Iêmen e Turquia.

O general paquistanês aposentado Raheel Sharif, que foi nomeado comandante-chefe, também insistiu que a coalizão não era contra nenhuma religião ou estado.

A aliança visa "mobilizar e coordenar o uso de recursos, facilitar o intercâmbio de informações e ajudar os países membros a construir sua própria capacidade antiterrorista", disse Sharif.

Embora a aliança inclua oficialmente o Catar, que é alvo de um boicote de seis meses liderado pela Arábia Saudita, os organizadores em Riad disseram que nenhum funcionário do Catar esteve presente na reunião. A bandeira do Qatar também estava ausente.

Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Egito e Bahrein cortaram abruptamente laços diplomáticos e comerciais com o Catar em junho, acusando o emirado de estar muito próximo do Irã e apoiar o extremismo islâmico. Doha nega as alegações.

A reunião da aliança em Riad reúne países de maioria muçulmana ou muçulmana, incluindo Egito, Emirados Árabes Unidos, Bahrein, Afeganistão, Uganda, Somália, Mauritânia, Líbano, Líbia, Iêmen e Turquia.

A reunião da aliança em Riad reúne países de maioria muçulmana ou muçulmana, incluindo Egito, Emirados Árabes Unidos, Bahrein, Afeganistão, Uganda, Somália, Mauritânia, Líbano, Líbia, Iêmen e Turquia. 

<p style=Um membro da Guarda Real Saudita está de plantão dentro do salão, onde a primeira reunião dos ministros de defesa da aliança de 41 terroristas liderada pelos muçulmanos contra o terrorismo ocorreu na capital Riyadh.

O Egito, que enviou um oficial militar e não seu ministro da Defesa para a reunião de domingo, está se recuperando de um ataque na sexta-feira em uma mesquita que matou mais de 300 pessoas durante o período de oração.

Embora o EI não tenha assumido responsabilidade, as autoridades egípcias dizem que a organização é o principal suspeito, já que a mesquita está associada a seguidores do místico ramo sufi do islamismo sunita, a quem o EI classificou como hereges.

O príncipe Mohammed disse que o "doloroso evento" de sexta-feira foi um lembrete do "perigo do terrorismo e do extremismo".

"Além do assassinato de pessoas inocentes e da disseminação do ódio, o terrorismo e o extremismo distorcem a imagem de nossa religião", disse ele.

Desde a sua súbita nomeação como príncipe herdeiro, o príncipe Mohammed passou a consolidar o poder, anunciando medidas repressivas contra o terrorismo e a corrupção.

Uma purga de corrupção envolveu cerca de 200 membros da elite saudita, incluindo príncipes, ministros e magnatas de negócios, presos ou demitidos no início deste mês.

https://www.dailymail.co.uk/news/article-5118615/Saudi-vows-new-Islamic-alliance-wipe-terrorists-earth.html

 

 

 

              

 

 

newline oportal

is lidas 2021-22

1. A Porta da Salvação. Leia

2. O Pão nosso de cada dia. Leia

3. Televisão: O olho mágico da besta. Leia

4. O que é heresia? Leia

5. Tecnologia 5G e o olho que tudo Vê. Leia

6. A era da sociedade charagma. Leia

7. Plano dos Illuminati rumo a Nova Ordem Mundial.  Leia

8. A chegada não reconhecida do falso profeta. Leia

9. Nova Ordem Mundial conforme a Bíblia. Leia

10. O que é o Anticristo? Quem será Ele? Leia

11. O anticristo conforme a bíblia. Leia

12. Como será a vida no futuro: Leia

Destaque OPortal

A chamada no gif abaixo visa alertar sobre um grave evento que vai acontecer:

São elementos ardentes que se fundirão sobre terra: Cuidado!

Os corpos celestes explodirão sobre a atmosfera e cairá sobre a terra como chuva de pedras fogueadas. Haverá terrível destruição.

Tema Central d'OPortal

Leia

A falsa doutrina da pré-tribulação

Link

Questione-se: 

Conforme cita a bíblia qual é das doutrinas a que julga ser a mais viável pra você  biblicamente? 

Mezo-tribulação 

A Igreja será arrebatada ou não no meio da tribulação?

Pós-tribulação   

Em qual delas a Igreja de Cristo vai ser elevada?

Pré-tribulação  

A Igreja ela não verá este juízo que  virá sobre a face da  terra.

Qual é a certeza de que não vai estar aqui neste dia mais terrível da humanidade ?

Reflexão 

O Portal

 texto flutuante

  

       


Reflexão!

2013 - 2022

O oitavo rei

A besta do mar conforme Ef: 6 - 11 - 13.

faz referência às duas hierarquias do mal que domina o mundo físico e espiritual desde a origem do pecado no Éden. São eles os “Principados” que são as ordens celestiais malignas superiores constituídas por demônios de todas as hierarquias ou seja; é uma casta formada pelos seres que eram angelicais e foram lançados na terra quando o querubim Lúcifer intentou usurpar o trono de Deus; eles são miríades ou legiões enquanto que as "Potestades" são classes humanas de Governantes que governam os países do mundo sob o domínio secular de controle espiritual total do demônio; como por exemplo o falso profeta que é a besta do mar e o anticristo a besta da terra e os demais reis tirânicos existentes!

O sangue inocente "do cristão" ainda terá que ser derramado até que o último fiel seja morto na terra por servir a Deus em Jesus Cristo conforme registra

Apocalipse 6:9-11: que diz:

9: E, havendo aberto o quinto selo, vi debaixo do altar as almas dos que foram mortos por amor da palavra de Deus e por amor do testemunho que deram.

10: E clamavam com grande voz, dizendo: Até quando, ó verdadeiro e santo Dominador, não julgas e vingas o nosso sangue dos que habitam sobre a terra?

11: E foram dadas a cada um compridas vestes brancas e foi-lhes dito que repousassem ainda um pouco de tempo, até que também se completasse o número de seus conservos e seus irmãos, que hão de serem mortos eles como eles foram.

São soldados do Rei dos Reis todos aqueles que pela sua fé em Cristo forem perseguidos e mortos no mundo pelo exército de satanás nesta antiga batalha espiritual entre o bem e o mal; por não se prostrarem diante das potestades da terra prestando lhes adoração e submissão total as suas leis, que são: 2 Coríntios 4: 4!

Os fiéis são os guerreiros que serão presos; feridos ou mortos nesta guerra espiritual secular que virá com força total sobre a terra contra os soldados do Deus altíssimo.

Os que forem mortos; estes não vão ser laureados com medalhas de sangue como fazem os exércitos seculares; "nós" os que provarmos o dano da primeira morte na terra; vamos receber uma Coroa de Glória com os nossos nomes gravados nelas e reinaremos com Cristo por toda a eternidade; na Nova Jerusalém que descerá do céu e ocupará o espaço desta terra pois ela será lançada no lago de fogo e enxofre no Juízo Final após o governo milenar de Cristo aqui no mundo; por toda eternidade!

A Nova Ordem Mundial através do Falso Profeta já está em plena e intensa atividade e teve inicio em 2013 cumprindo seu dever a rigor. A sua marca já está sendo aceita é voluntariamente por muitos nos países no mundo e já estamos no tempo em ela vai ser obrigatória para todos!

E quem quiser livrar-se "desta lei que será a pior perseguição que já houve terá que aceitar a marca para poder comprar ou vender e ter a liberdade em troca pela sua alma!

Revelação 13. 1 – E vi uma besta que saia do mar, [...] 2 [...] O dragão lhe deu seu poder, seu trono e grande autoridade.

4. Eles adorarão o dragão, porque dera a sua autoridade à besta [...] Foi-lhe dado poder para guerrear contra o povo santo de Deus e derrotá-los.

10. Se alguém há de ir para o cativeiro, para o cativeiro irá! Se alguém há de ser morto à espada, morto à espada haverá de ser!”“.

O oitavo rei ele é a besta do mar o falso profeta do em Apocalipse 18:2 que assumiu o trono da perdição em 2013 cujo; é a Babilônia “espiritual”. O número que ele simboliza é o: 6 6 6.

O ultimo, o Rei dos reis é o próximo, e está vindo, espere por Ele mesmo que isto venha lhe custar à sua própria vida.

Oriente-se.

Março de 2013 ⇔ 2022

Por:Cornelio A.Dias

Março de 2013. 2022

 https://www.dailymotion.com/video/x6e2rcw

 https://www.dailymotion.com/oportaldateologia

Pré-tribulação

O futuro do mundo

Nas Mãos Do Governo

Documentário 

Aqui

Pré-tribulação

Aqui

Abra esta Porta de Meditação, Louvor e Oração,

 

 

Clique aqui em:

 

 

Bíblia Online e Seleção de Louvores

 

TAU_ORIGINAL_PORTAL.png  

 

 

 

IMAGEM TEXTO