Translate this Page

Rating: 2.0/5 (3197 votos)




ONLINE
3




Partilhe esta Página





Busca OPortal

Clique⇒ mapa do site avançado
           Buscar no freefind

Email OPortal

 

oportal@oportaldateologia.org

cornelio.a.dias@oportaldateologia.org

 


https://files.comunidades.net/oportaldateologia/setad.gifÚltimas Edições

 

1. A emergente reascensão da escatologia. Leia

2. O que é o id 2020? O ID2020 é a Marca de Besta? Leia

3. As máscaras o covid-19 e a engenharia social Leia

4. Teoria da Conspiração e o humano QR-Code Leia

5. O Mundo pós-covid Projeto diabólico Leia

6. Como será a vida no futuro Leia

7. Admirável mundo novo Leia 

 


 

A santificação sob a perspectiva da bíblia-introdução: Aqui

 

 Edição em destaque

 

Parte Final

 

 

 

Leia

atualização de 31/12/2020  

Ychzek'el

 

9.  3 - 4

3: Então a Glória do começou a se levantar sobre o Keruv, desde onde ele estava até a entrada da casa.

Ele chamou o homem vestido com roupas de linho, o qual tinha equipamento de escribas em sua cintura. 

O Deus de Yisra'el começou a se levantar sobre o Keruv, desde onde ele estava até a entrada da casa. 

 

Ezequiel  

 

9.  4. 

Adonai lhe disse "Vá por toda a cidade, através de toda a Yerushalayim, e ponha uma marca em sua testa como a de um homem [Cristo] que está suspirando e chorando por todas as práticas odiosas que estão sendo cometidas ali".    


Algo de podre no reino do Vaticano
Algo de podre no reino do Vaticano

Algo de podre no reino do Vaticano

 

“Se o Papa ordena liquidar alguém na defesa da fé, faz-se isso sem fazer perguntas. Ele é a voz de Deus e nós [a Santa Aliança] somos a mão executor”.
Cardeal Paluzzo Paluzzi, chefe da Santa Aliança, século XVII

 

Interesses espúrios por trás da eleição do papa argentino, para desestabilizar governos populares.

 

Tanto que não se pode levar a sério as folclóricas correspondências enviadas desse quarteirão que o Tratado de Latrão patrocinado por Benito Mussolini o transformou num Estado soberano, com o compromisso de apoiar incondicionalmente o fascismo na Itália.

 

A partir de 1929, o ditador derramou dinheiro nas contas eclesiásticas e teve em troca até a dissolução do Partido Popular católico, para forçar o fortalecimento do Partido Fascista.

 

Com ajuda de Mussolini, Vaticano acumulou fortuna
 

Se o Estado do Vaticano foi chancelado por Mussolini em 1929, o tenebroso banco do Vaticano surgiu em 1942, pelas mãos de Pio XXII, em plena guerra, tendo como suporte fundos do regime fascista e uma grande rede internacional que tem propriedades no mundo inteiro, inclusive nos Estados Unidos, um país de maioria protestante, onde, segundo Avro Manhattan, autor do livro The Vatican Billions, é sócio de grandes empresas, desde o Bank Of America, onde teria 51% de suas ações, até grandes multinacionais, riquíssimas instituições educacionais (só nos Estados Unidos, 28 universidades) e numerosos hospitais privados.

 width=

Segundo esse escritor, o Vaticano opera "como forte acionista em todos os maiores bancos mundiais, como o dos Rothschilds, Hambros (Inglaterra), Credit Suisse (Suíça), Chase Manhattan, City Bank, Morgan, Bankers Trust (E. Unidos).

De gigantes industriais do petróleo (Gulf, Shell), de Aço, Motores, Eletricidade (General Motors, General Electric, Bethlem SteeL) da aviação (Boeing, Lockheed, Douglas, Curtis Wright), e de outros grupos gigantes internacionais".

CIA derramou dinheiro no Vaticano

Trecho da obra

De Pio V a João Paulo II, os quarenta papas que governaram, ou melhor, “reinaram” desde a criação da Santa Aliança foram obrigados a lidar com descristianizações e cismas, revoluções e ditaduras, colonizações e expulsões, perseguições e atentados, guerras civis e guerras mundiais, assassinatos e sequestros.

A política dos papas era um objetivo, e a Santa Aliança, apenas uma poderosa ferramenta para concretizá-la.

 

Do século XVI ao XVIII, os inimigos que o papado e a Santa Aliança realmente precisaram enfrentar foram o liberalismo, o constitucionalismo, a democracia, o republicanismo e o socialismo. Nos séculos XIX e XX, esses oponentes se converteram em darwinismo, imperialismo americano, modernismo, racismo, fascismo, comunismo, totalitarismo e revolução sexual.

 

Agora, no século XXI, serão a intromissão dos cientistas nas questões religiosas, a globalização política, a superpopulação, o feminismo e o agnosticismo.

 

Mais do que o pastoreio de um rebanho de 1 bilhão de fiéis, na sua maioria católicos indiferentes às suas igrejas, o que se disputou nos conchavos da Capela Cistina foi o controle de uma fortuna incalculável, que tem no Instituto para Obras da Religião, nome de fachada do Banco do Vaticano, uma engrenagem inexpugnável, tão cobiçada que Bento XVI, já demissionário, fez questão de nomear um amigo alemão para presidi-lo, embora seu cargo tivesse vago desde maio de 2011, quando o todo poderoso cardeal Tarcísio Bertone demitiu Ettore Gotti Tedeschi, homem da Opus Dei e do Banco Santander, no bojo da crise aberta com as revelações dos documentos contrabandeados pelo mordomo Paolo Gabrieli.

É uma grande bobagem falar de correntes teológicas, ideológicas ou políticas. Desde João Paulo II, todos os príncipes católicos foram pinçados com a assessoria do Opus Dei e da CIA, que operam de comum acordo e costuram alianças com ordens tradicionais, como os Jesuítas, que tem o maior número de membros (18 mil) e os Legionários de Cristo, uma seita sem escrúpulos que se tornou poderosa economicamente e começou a declinar com os escândalos sexuais que envolveram seus maiorais.

Não estou exagerando. A CIA ocupou o espaço deixado com o fim do fascismo, como documentou o jornalista Jason Berry, derramando milhões de dólares aos pés de São Pedro. Primeiro, para impedir a vitória do Partido Comunista, que era o mais forte da Itália no pós-guerra. Depois, para minar os países socialistas da Europa e Cuba.

 

Depois de 25 anos investigando as finanças secretas da igreja católica, Berry, um jornalista investigativo de Nova Orleans, foi categórico:

 

"Creio que na realidade é preciso retroagir à Segunda Guerra Mundial quando a CIA começou a transferir grandes somas para o Banco do Vaticano.

 

Em 1948, foi a primeira eleição na qual o Partido Comunista italiano, convertido no mais importante da Europa, buscava o poder.

 

Neste momento houve uma grande campanha nos Estados Unidos, patrocinada pelo governo, da qual participou Frank Sinatra, para financiar seus adversários da democracia cristã.

 

Este foi o começo da história do dinheiro de círculos dos serviços de inteligência estadunidenses para o Vaticano.

 

Uma geração depois, com Roberto Calvi e Marcinkus, o banco havia se convertido em uma via muito lucrativa para a passagem de dinheiro.

 

No final dos anos 80, o banco já funcionava como uma “off shore” para seus clientes privilegiados".

VEJA VÍDEO SOBRE IGREJA E ARMAS



Indústria bélica e CIA na cabeça

A escolha do cardeal Bergoglio agora foi por acordo e dentro de uma expectativa de pontificado curto. Em 2005, ele chegou junto com o alemão Ratzinger numa eleição em que só precisava de maioria simples. Já então era visto pela CIA como aquele que poderia exercer na América Latina o mesmo que João Paulo II fez nos países socialistas.

Mas o alemão já estava muito velho e tinha acumulado dossiês sobre cardeais influentes, por sua passagem na Congregação da Doutrina da Fé, o moderno tribunal da Inquisição, que ganhou apoio tecnológico da CIA.

Bergoglio era o candidato da indústria bélica, na qual rola muito dinheiro da Igreja.

É inacreditável, mas é verdade: talvez poucas pessoas saibam que a fábrica de armas Pietro Beretta Ltda. (a maior indústria de armas no mundo) é controlada pela Holding SpA Beretta e que seu acionista majoritário, depois de Gussalli Ugo Beretta, é o Instituto para Obras de Religião (IOR), o Banco do Vaticano.

Essa aproximação começou com a intermediação da igreja católica argentina no fornecimento dos caríssimos mísseis Exocet para a ditadura militar durante a guerra das Malvinas.

 

Segundo o jornalista e pesquisador peruano Eric Frattini, as armas foram vendidas pela companhia armamentista Bellatrix, com sede no Panamá, da qual o Vaticano tinha 58% das ações. O dinheiro obtido com a venda desses mísseis teria sido usado para financiar o sindicato Solidariedade de Lech Walesa, na Polônia.

Autor do livro "A Santa Aliança, Cinco Séculos de Espionagem do Vaticano", Frattini fez revelações chocantes: "Depois que Ronald Reagan assumiu o poder nos EUA, a organização (Santa Aliança) passou a contar efetivamente com o apoio da CIA, o que a tornou ainda mais atuante.

 

Entre 1979 e 1982, cinco cardeais envolvidos em um inquérito que apontava irregularidades no Banco do Vaticano morreram em decorrência de motivos diversos - essas mortes teriam sido encomendadas para prevenir que esses religiosos acabassem por revelar segredos da Santa Aliança"...

Sobre o autor

Peruano nascido em Lima, em 1963, Eric Frattini é escritor e jornalista. É membro da Associação de imprensa de Madri, da Associação de Correspondentes Estrangeiros de Israel, da Associação de Jornalistas Palestinos nos Territórios Ocupados e da Associação de Jornalistas da Liga Árabe como membro de honra. Viveu em Beirute (Líbano), Nicósia (Chipre) e Jerusalém (Israel).

 

Já publicou dezenas de livros em vários países, como Cuestiones para la paz, entre la sombra de Alá y la estrella de David (1992), Tiburones de la comunicación, grandes líderes de los grupos multimedia (1996), The Guide to the International Organizations (1998), Mafia, S. A. (2002) e Secretos vaticanos (2004).

[Imagem: banco-do-vaticano-acionista-de-armamentos.jpg]

Esses são apenas algumas informações de cocheira para que você se prepare para a grande missão do papa argentino, conforme manchete de O GLOBO deste domingo, dia 17: desestabilizar os governos nacionalistas, como aconteceu na Europa socialista com o carisma do papa polonês.

Não seria delírio acreditar que a inesperada renúncia de Bento XVI, que não aguentou uma viagem a Cuba e ao México devido à sua idade avançada, tenha sido negociada para abrir caminho a um sucessor dez anos mais novo, nascido e criado na região que, graças aos campos venezuelanos do Orinoco, já tem as maiores reservas de petróleo do mundo.


Serviço de Inteligência do Vaticano

Em 1566, o Papa Pio V criou o primeiro serviço de inteligência papal com o objetivo de luta contra o protestantismo representado pela Rainha Isabel I, da Inglaterra.

 

Menos de um ano após a criação da Santa Aliança, quase duzentas mil pessoa sofreram com suas atividades de investigação, tortura e morte, articuladas em conjunto com a Santa Inquisição.

A primeira grande função da Santa Aliança foi o desenvolvimento da aliança com a rainha católica Mary Sturt, da Escócia, e também a realização de ações encobertas para coletar informações que poderiam ser utilizadas contra a Rainha Isabel I, que poderiam conseguir uma intriga para derrubar a mesma e colocar a rainha Stuart no poder, e assim neutralizar de vez o protestantismo inglês.

 

Podemos classificar as ações da Santa Aliança em períodos históricos, as quais se iniciaram com o objetivo de derrubar a Rainha Isabel I, mas com o passar do tempo foram direcionados para a manutenção da fé, a neutralização de pessoas contrarias aos dogmas católicos e, principalmente, o fortalecimento do poder do papa na terra.

Estas ações incluíam atender as necessidades da inquisição e dos dogmas católicos, promover a expansão da Igreja católica, facilitar os contatos internacionais da Santa Sé e apoiar a solução de intrigas entre os diversos Estados que formavam a Europa, além de dirimir entre príncipes e ditadores, realizar associações com terroristas e nazistas, utilizar a igreja como banco e, principalmente, neutralizar o avanço comunista no século XX.

A Santa Aliança esteve por trás de diversas ações de inteligência, no século XX, tinha estreitas relações com o serviço secreto Israelense (MOSSAD), por meio do cardeal Luigi Poggi, que era considerado o espião de João Paulo II.

 

Esta parceria ajudou o MOSSAD a desarticular um atentado contra a primeira ministra Israelense Gola Meir durante visita à Itália. Nestes, diversas sociedades secretas atuaram em conjunto com a igreja e dependiam totalmente da Santa Aliança,como o circulo octognus e a ordem negra. Também realizou diversas operações encobertas com o MOSSAD, CIA, MI5, MI6 e com o SIDE Argentino.

 

Todas as operações com um mesmo objetivo: combater o comunismo, o terrorismo árabe e principalmente, qualquer um que pudesse interferir na doutrina da fé da igreja católica.

Uma das atuações mais polêmicas da Santa Aliança se deu durante a Segunda Guerra Mundial. Foi quando entrou em vigor a chamada Operação Convento, que ajudou na fuga de criminosos de guerra nazistas, entre eles o General da SS Hans Fischbock, o tenente-coronel da SS Adolf Eischman e o médico de Auschwitz Josef Mengele. O padre Karlo Petronovic e o bispo Gregori Rozman, foram bastante ativos nessa época.

Durante o período da guerra fria, os anos finais foram mais intensos para a Santa Aliança, pois a ascensão do novo Papa João Paulo II e sua estratégia de propagar a religião para todos os confins do mundo iam ao encontro das ações da Santa Aliança.

A propagação da fé católica de forma intensa na mídia, as ações para neutralizar o avanço do comunismo, além das medidas para combater o terrorismo internacional, foram situações da qual a Santa Aliança participou intensamente com a "mão secreta do Papa".

 

Hoje, em pleno século XXI, nada pode ser conhecido sobre o serviço de inteligência do Vaticano, ou a Santa Aliança, por uma razão simples: espionagem, poder, política e principalmente, religião não devem se misturar, mas com certeza sempre serão assuntos integrados na história da humanidade.

Conforme disse um dos mais poderosos chefes da Santa Aliança na metade do século XVII, o cardeal Paluzzo Paluzi,"se o Papa ordena liquidar alguém em defesa da fé, se faz sem perguntar. Ele é a voz de Deus, e nós a sua mão executora".

http://www.blogdoporfirio.com/2013/03/al...icano.html

http://detetivepessanha.blogspot.fr/

 
 


 

 

newline oportal

is lidas 2021-22

1. A Porta da Salvação. Leia

2. O Pão nosso de cada dia. Leia

3. Televisão: O olho mágico da besta. Leia

4. O que é heresia? Leia

5. Tecnologia 5G e o olho que tudo Vê. Leia

6. A era da sociedade charagma. Leia

7. Plano dos Illuminati rumo a Nova Ordem Mundial.  Leia

8. A chegada não reconhecida do falso profeta. Leia

9. Nova Ordem Mundial conforme a Bíblia. Leia

10. O que é o Anticristo? Quem será Ele? Leia

11. O anticristo conforme a bíblia. Leia

12. Como será a vida no futuro: Leia

Destaque OPortal

A chamada no gif abaixo visa alertar sobre um grave evento que vai acontecer:

São elementos ardentes que se fundirão sobre terra: Cuidado!

Os corpos celestes explodirão sobre a atmosfera e cairá sobre a terra como chuva de pedras fogueadas. Haverá terrível destruição.

Tema Central d'OPortal

Leia

A falsa doutrina da pré-tribulação

Link

Questione-se: 

Conforme cita a bíblia qual é das doutrinas a que julga ser a mais viável pra você  biblicamente? 

Mezo-tribulação 

A Igreja será arrebatada ou não no meio da tribulação?

Pós-tribulação   

Em qual delas a Igreja de Cristo vai ser elevada?

Pré-tribulação  

A Igreja ela não verá este juízo que  virá sobre a face da  terra.

Qual é a certeza de que não vai estar aqui neste dia mais terrível da humanidade ?

Reflexão 

O Portal

 texto flutuante

  

       


Reflexão!

2013 - 2022

O oitavo rei

A besta do mar conforme Ef: 6 - 11 - 13.

faz referência às duas hierarquias do mal que domina o mundo físico e espiritual desde a origem do pecado no Éden. São eles os “Principados” que são as ordens celestiais malignas superiores constituídas por demônios de todas as hierarquias ou seja; é uma casta formada pelos seres que eram angelicais e foram lançados na terra quando o querubim Lúcifer intentou usurpar o trono de Deus; eles são miríades ou legiões enquanto que as "Potestades" são classes humanas de Governantes que governam os países do mundo sob o domínio secular de controle espiritual total do demônio; como por exemplo o falso profeta que é a besta do mar e o anticristo a besta da terra e os demais reis tirânicos existentes!

O sangue inocente "do cristão" ainda terá que ser derramado até que o último fiel seja morto na terra por servir a Deus em Jesus Cristo conforme registra

Apocalipse 6:9-11: que diz:

9: E, havendo aberto o quinto selo, vi debaixo do altar as almas dos que foram mortos por amor da palavra de Deus e por amor do testemunho que deram.

10: E clamavam com grande voz, dizendo: Até quando, ó verdadeiro e santo Dominador, não julgas e vingas o nosso sangue dos que habitam sobre a terra?

11: E foram dadas a cada um compridas vestes brancas e foi-lhes dito que repousassem ainda um pouco de tempo, até que também se completasse o número de seus conservos e seus irmãos, que hão de serem mortos eles como eles foram.

São soldados do Rei dos Reis todos aqueles que pela sua fé em Cristo forem perseguidos e mortos no mundo pelo exército de satanás nesta antiga batalha espiritual entre o bem e o mal; por não se prostrarem diante das potestades da terra prestando lhes adoração e submissão total as suas leis, que são: 2 Coríntios 4: 4!

Os fiéis são os guerreiros que serão presos; feridos ou mortos nesta guerra espiritual secular que virá com força total sobre a terra contra os soldados do Deus altíssimo.

Os que forem mortos; estes não vão ser laureados com medalhas de sangue como fazem os exércitos seculares; "nós" os que provarmos o dano da primeira morte na terra; vamos receber uma Coroa de Glória com os nossos nomes gravados nelas e reinaremos com Cristo por toda a eternidade; na Nova Jerusalém que descerá do céu e ocupará o espaço desta terra pois ela será lançada no lago de fogo e enxofre no Juízo Final após o governo milenar de Cristo aqui no mundo; por toda eternidade!

A Nova Ordem Mundial através do Falso Profeta já está em plena e intensa atividade e teve inicio em 2013 cumprindo seu dever a rigor. A sua marca já está sendo aceita é voluntariamente por muitos nos países no mundo e já estamos no tempo em ela vai ser obrigatória para todos!

E quem quiser livrar-se "desta lei que será a pior perseguição que já houve terá que aceitar a marca para poder comprar ou vender e ter a liberdade em troca pela sua alma!

Revelação 13. 1 – E vi uma besta que saia do mar, [...] 2 [...] O dragão lhe deu seu poder, seu trono e grande autoridade.

4. Eles adorarão o dragão, porque dera a sua autoridade à besta [...] Foi-lhe dado poder para guerrear contra o povo santo de Deus e derrotá-los.

10. Se alguém há de ir para o cativeiro, para o cativeiro irá! Se alguém há de ser morto à espada, morto à espada haverá de ser!”“.

O oitavo rei ele é a besta do mar o falso profeta do em Apocalipse 18:2 que assumiu o trono da perdição em 2013 cujo; é a Babilônia “espiritual”. O número que ele simboliza é o: 6 6 6.

O ultimo, o Rei dos reis é o próximo, e está vindo, espere por Ele mesmo que isto venha lhe custar à sua própria vida.

Oriente-se.

Março de 2013 ⇔ 2022

Por:Cornelio A.Dias

Março de 2013. 2022

 https://www.dailymotion.com/video/x6e2rcw

 https://www.dailymotion.com/oportaldateologia

Pré-tribulação

O futuro do mundo

Nas Mãos Do Governo

Documentário 

Aqui

Pré-tribulação

Aqui

Abra esta Porta de Meditação, Louvor e Oração,

 

 

Clique aqui em:

 

 

Bíblia Online e Seleção de Louvores

 

TAU_ORIGINAL_PORTAL.png  

 

 

 

IMAGEM TEXTO